Páginas

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Ministério confirma 16 casos de zika vírus no país

O Ministério da Saúde confirmou hoje (14) um total de 16 casos de zika vírus no país – oito na Bahia e oito no Rio Grande do Norte. A doença é transmitida por meio da picada do Aedes aegypti, mesmo mosquito transmissor da dengue.
As amostras foram encaminhadas aos laboratórios de referência do Instituto Evandro Chagas e ao Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos para avaliação. Análises feitas pelo Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia já haviam indicado resultado preliminar para a presença do vírus.
O zika vírus foi isolado pela primeira vez em 1947, a partir de amostras de macacos usados como sentinelas para a detecção da febre amarela, na Floresta Zika, em Uganda. Ele é considerado endêmico no leste e oeste do continente africano e há registro de circulação esporádica também na Ásia e na Oceania.
Nas Américas, ele já havia sido identificado na Ilha de Páscoa, território do Chile no Oceano Pacífico, em 2014. Casos importados foram descritos no Canadá, na Alemanha, na Itália, no Japão, nos Estados Unidos e na Austrália.
O ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse que o governo brasileiro já trabalhava com a possibilidade de entrada do vírus no país em razão do alto fluxo de turistas estrangeiros durante a Copa do Mundo, no ano passado.
Segundo o ministério, o zika vírus tem evolução benigna, caracterizada por febre baixa, olhos vermelhos sem secreção e sem coceira, dores nas articulações e erupção cutânea com pontos brancos e vermelhos, além de dores musculares, dor de cabeça e dor nas costas.
Ainda de acordo com a pasta, a doença tem um período de incubação de cerca de quatro dias e os sinais e sintomas podem durar até sete dias. A maior parte dos casos não apresenta sintomas e não há registro de morte associada.
O tratamento é sintomático com uso de paracetamol para febre e dor, conforme orientação médica. Não está indicado o uso de ácido acetilsalicílico e de drogas anti-inflamatórias por conta do risco aumentado de complicações hemorrágicas, como também ocorre com a dengue.

Força Tática de Parnaíba recaptura foragidos da delegacia de Araioses-MA.




Policiais militares lotados na Força Tática de Parnaíba, recapturaram no inicio desta madrugada de quinta-feira(14), 02 dos 05 fugitivos da cadeia pública da cidade de Araioses-MA.

Josué da Silva, o Guachelo, e Sebastião Sampaio Vieira, o Tião, foram localizados e recapturados na Ilha Grande de Santa Isabel, sendo encaminhados na sequencia a central de flagrantes.

Por volta das 10hs desta manhã, a dupla foi recambiada para cadeia de Araioses-MA, por uma guarnição da policia civil lotada naquela cidade.

A informação é que Tião e Guachelo serão transferidos para o complexo de Pedrinhas em São Luis do Maranhão. 
A dupla sendo recambiada para o local de onde fugiram. Ainda 3 continuam foragidos. 

terça-feira, 12 de maio de 2015

Homem é preso acusado de estupro.

 O nacional João Batista Sousa Santos, de 40 anos, natural de Araioses-MA e residente no centro de Ilha Grande do Piauí, foi preso nesta tarde de terça-feira(12), por força de um mandado de prisão em aberto expedido pela 1ª Vara de Execuções Penais da Comarca de Parnaíba, por acusação de estupro.

João Batista é acusado de ter um estuprado uma menina de 16 anos, e responderá pelo crime encarcerado na penitenciária mista de Parnaíba. O mesmo foi recolhido para a central de flagrantes onde ficou isolado e bem distante de outros presos, que o ameaçaram de linchamento caso fosse colocado na cela juntos aos demais.
O mandado está assinado pela juíza de Direito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnaíba, Dra. Maria do Perpétuo do Socorro Ivani de Vasconcelos.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Mais informações sobre a fuga de presos da Delegacia de Polícia de Araioses

paraibinha e bruno
Paraibinha e Bruno não passaram nem uma semana presos e podem está no Piauí.
Delegacia de Polícia de Araioses 07h20min da manhã de ontem, domingo, dia 10. O carcereiro João Paulo e o guarda municipal Emanoel de Jesus Nascimento Almeida vão entregar o café nas celas dos presos.
Começam pela última, a de número três. Ao entregar o café, o carcereiro João Paulo é agarrado por um dos detentos. Emanuel o agarra pelo braço e consegue resgatá-lo das mãos do preso.
Livres, se dão conta de que dois presos saem da cela do meio, a de número dois e um deles armado com uma faca os rende.
Em seguia Emanuel é empurrado junto às grades da cela três e o preso George dos Santos Diniz, vulgo “Paraibinha” dá-lhe uma “gravata” e encosta em sua garganta um prego de caibro impedindo-lhe qualquer atitude de reação.
Enquanto isso, os dois presos que tinham saído da cela dois – um deles Bruno Sousa, aramado de faca – levam João Paulo até o local onde ficam as chaves das celas da delegacia. De lá trazem a chave que não o cadeado e retornam para pegar chave a certa.
De volta eles abrem a cela três de onde sai Paraibinha e mais dois presos. Antes de empreender a fuga alguns deles ainda queriam levar João Paulo como refém, o que foi descartado por Paraibinha, dizendo esse que o carcereiro só iria atrapalhar a fuga. Os detentos fugiram em direção ao Porto do Goiabal.
Fugitivos podem está no Piauí
João Batista Carvalho dos Santos, o “Júnior”,
João Batista Carvalho dos Santos, o “Júnior”,
Pouco se sabe até agora o paradeiro dos fugitivos. Na delegacia ninguém quer falar e que só o delegado Bruno Madson Marques Moura, que estaria de folga e volta amanhã é pode dizer alguma coisa sobre o assunto.
Porém, há informações de que Paraibinha e Bruno, os dois assaltantes que foram presos na segunda-feira passada, dia 4 em um posto de gasolina na entrada de Araioses estejam em Parnaíba (PI).
Os dois e mais um dos presos teriam atravessado o Rio Santa Rosa a nado. A travessia pelo Rio Parnaíba teria sido feito em uma canoa.
O que leva a se acreditar que Paraibinha e Bruno estejam em Parnaíba é o fato de eles, segundo alguns policiais, serem amigos de João Batista Carvalho dos Santos, o “Júnior”, que estaria morando naquela cidade piauiense, depois que foi absolvido da acusação de coautoria do assassinato do traficante Manoel Antonio Silva Rodrigues, crime ocorrido no povoado Aldeias, em 19 de junho de 2011.
Junior foi absolvido em sessão do Júri realizada no dia 6 de novembro do ano passado.
Cadeado serrado ou facilidade?
Perguntas feitas por muitos, sem resposta até agora, que a polícia tem a obrigação de responder.
O guarda municipal Emanoel de Jesus disse que quando foram levar o café para os detentos da cela três, o cadeado da cela dois estava no lugar e que quando conseguiu resgatar seu companheiro que tinha sido agarrado por um preso, viu que o cadeado já não estava mais no lugar e que não foi visto depois disso.
Disse também que a faca, que foi usada pelos presos para forçar a fuga, é a mesma que estava em poder de um meliante que andava atacando as pessoas em Araioses e passou três dias preso, depois pagou fiança e foi solto. Essa faca e outras – usadas em outros crimes – ficam guardas em um armário.
Então se isso é verdade como essa faca foi parar dentro de uma cela e em poder de presos?
Serrar o cadeado parece ser muito improvável. O material de que é feito a trava desses é muito resistente e dificilmente, seria serrado em tão pouco tempo e sem ser percebido por alguém.
As grandes de celas quando são serradas para fugas de presos em penitenciarias, levam muito tempo e são de um aço muito maio fraco e “mole” do que o aço do qual são feitos os cadeados.
Na cidade, a maioria da população acreditada que houve falha ou facilidades para que esses presos fugissem. Se houve falha o caso é sério, mas se houve facilidade é pior ainda, pois nesse caso haveria grave crime, que precisa ser esclarecido.
O delegado que retorna amanhã tem muito do que investigar.

Fugitivos da cadeia de Araioses-MA.

Cerca de 5 presos que fugiram nas primeiras horas desta manhã de domingo(10) da cadeia pública da cidade de Araioses-MA.

A policia de Araioses divulgou as imagens dos 5 presos fugitivos, considerados de alta periculosidade: 
Divulgação:
 George dos Santos Diniz, o Paraibinha, e seu comparsa Bruno Sousa de Araújo, presos acusados de uma série de assaltos a postos de combustíveis no Maranhão. 

Também se encontram foragidos os nacionais Fábio Carvalho dos Santos, conhecido Nego, Josué da Silva, o Guachelo, e Sebastião Sampaio Vieira, o Tião, criminoso considerado extremamente perigoso. 


Quem souber alguma informação que leve ao paradeiro destes elementos, ligar com a máxima urgência para o telefone do Comando de Operações da Policia Militar, através do 190. 

sábado, 9 de maio de 2015

Eleições 2016




Eleições 2016 em Araioses


Pré- candidato a prefeito se mobilizam para conseguirem aliados para as eleições. Wellington do posto pode ser o bola da vez, depois do apoio declarado do wilson Miranda, outras forças políticas estão conversando para realizar uma grande aliança para derrota a atual prefeita. Fontes do candidato alem do vereador citado tem vereador Helio,vereador Raimundinho do Remanso, monhata, Ze Carlos da Placa, Jorge bettencourt, Dr.Cristino, Antonio Filho outros que podem ser citados na lista seria o grupo de Jacira Pires e ex vereados Zé

Carlos Da Sucam. Vamos aguardar    

DISK BALECA PARA DE FUNCIONAR EM ARAIOSES

O único serviço que ainda funcionava no município de Araioses parou, animal circulam livre pelo centro da cidade como tivesse passe livre. O que intriga a população são os acidentes envolvendo animais que estão por toda parte, Nas estradas fica mais visível a falta de compromisso da administração.  

Verba do mês de abril

Parte superior do formulário
DEMONSTRATIVO DE DISTRIBUIÇÃO DA ARRECADAÇÃO
  
         SISBB - Sistema de Informações Banco do Brasil

ARAIOSES - MA
https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/a4j/g/3_3_2.GAimages/spacer.gif
FPM - FUNDO DE PARTICIPACAO DOS MUNICIPIOS
https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/a4j/g/3_3_2.GAimages/spacer.gif
CREDITO FUNDO
R$ 1.633.208,38 C
https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/a4j/g/3_3_2.GAimages/spacer.gif
FEP - FUNDO ESPECIAL DO PETROLEO
CREDITO FUNDO
R$ 16.047,00 C
https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/a4j/g/3_3_2.GAimages/spacer.gif
ICMS - DESONERACAO DAS EXPORTACOES LEI 87/96
CREDITO FUNDO
R$ 4.760,54 C
https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/a4j/g/3_3_2.GAimages/spacer.gif
ITR - IMPOSTO TERRITORIAL RURAL
CREDITO FUNDO
R$ 162,06 C
https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/a4j/g/3_3_2.GAimages/spacer.gif
ICS - ICMS ESTADUAL
CREDITO FUNDO
R$ 160.107,74 C
https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/a4j/g/3_3_2.GAimages/spacer.gif
FUS - FUNDO SAUDE
CREDITO FUNDO
R$ 269.735,74 C
https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/a4j/g/3_3_2.GAimages/spacer.gif
FUNDEB - FNDO MANUT DES EDUC BASICA E VLRIZ PROF EDUC
CREDITO FUNDO
R$ 5.312.952,10 C
https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/a4j/g/3_3_2.GAimages/spacer.gif
SNA - SIMPLES NACIONAL
CREDITO FUNDO
R$ 369,85 C
https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/a4j/g/3_3_2.GAimages/spacer.gif
TOTAL DOS REPASSES NO PERIODO
https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/a4j/g/3_3_2.GAimages/spacer.gif
CREDITO BENEF.
R$ 7.397.343,41 C



Parte inferior do formulário


Aumenta para 52 número de investigados por agiotagem no Maranhão; veja a lista


Subiu oficialmente para 52 gestores – entre prefeitos e ex-prefeitos – o número de investigados pela polícia por participação direta no esquema de agiotagem e desvio de recursos públicos da merenda escolar, medicamentos, e do aluguel de máquinas e carros no Maranhão.
Documentos apreendidos nas operações “Morta Viva” e “Marajá”, contra agiotagem e desvio de verba pública em prefeituras do Maranhão
Documentos apreendidos nas operações “Morta Viva” e “Marajá”, contra agiotagem e desvio de verba pública em prefeituras do Maranhão
Documentos apreendidos nas operações “Morta Viva” e “Marajá”, contra agiotagem e desvio de verba pública em prefeituras do Maranhão
O aumento no número de investigados se deu após desdobramentos das operações “Imperador”, “Morta Viva” e “Marajá”, que descobriu o envolvimento de mais três prefeitos com a máfia dos agiotas Gláucio Alencar; Eduardo Costa Barros, o Eduardo DP; e Josival Cavalcante da Silva, mais conhecido como “Pacovan”. Até o balanço da Operação Detonando, que originou as três últimas, apenas 41 prefeitos e ex-prefeitos eram suspeitos de participar da quadrilha que pode ter desviado mais de R$ 100 milhões dos cofres municipais.
Os novos suspeitos de locupletar dinheiro público para pagar empréstimos a juros contraídos em campanha, segundo investigações da Polícia Civil e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), são os prefeitos e ex-prefeitos de: São Mateus, Miltinho Aragão; Bacuri, Richard Nixon; Riachão, Crisogono Vieira; Pedro do Rosário, Irlan Serra; Marajá do Sena, Perachi Roberto Farias; Matinha, Beto Pixuta; Governador Nunes Freire, Indalécio Fonseca; São Bento, Carrinho; Coroatá, Luis da Amovelar; Olinda Nova do Maranhão, Conceição Campos; e de Codó, Zito Rolim.
Ambos tiveram encontrados cheques em posse do trio de agiotas ou celebraram contratos milionários com duas construtoras e uma distribuidora de medicamentos registradas em nome de laranjas. Eles devem ser chamados para depor nos próximos dias ou terem o pedido de prisão temporária decreta em seu desfavor.
Confirmação de lista
Apesar do surgimento de novos nomes, a prisão da ex-prefeita de Dom Pedro, Arlete Pontes; e do prefeito de Marajá do Sena, Edivan Costa (PMN) – além do pedido de prisão do ex-prefeito de Zé Doca, Natim -, confirma a veracidade da lista vazada da Seic e da Gaeco.
Segundo a lista, que continha apenas 41 nomes, os gestores investigados na máfia da agiotagem e desvio de recursos comandaram os municípios arrolados durante o período de 2009 a 2012, ou estão no poder atualmente.
Abaixo, a nova lista de 52 prefeitos e ex-prefeitos suspeitos de escamoteamento de dinheiro pública por meio da Máfia da Agiotagem,:
1 – Sebastião Lopes Monteiro (Apicum­-Açu)
2­ – Leão Santos Neto (Arari)
3 – Richard Nixon Monteiro dos Santos (Bacuri)
4 – Raimundo Nonato Lisboa (Bacabal)
5 – José Farias de Castro­ (Brejo)
6 ­– Francisco Xavier Silva Neto (Cajapió)
7 – José Haroldo Fonseca Carvalho­ (Cândido Mendes)
8 – José Martinho dos Santos Barros­ (Cantanhede)
9 – Humberto Ivar Araújo Coutinho­ (Caxias)
10 – José Rolim Filho ­(Codó)
11 – Soliney de Sousa e Silva ­(Coelho Neto)
12 – Luís Mendes Ferreira ­(Coroatá)
13 – José ­Francisco Pestana (Cururupu)
14 – Maria Arlene Barros Costa­ (Dom Pedro)
15 – Indalecio Wanderley Vieira Fonseca (Governador Nunes Freire)
16 – ­Raimundo Almeida (Lago Verde)
17 – Jorge Eduardo Gonçalves de Melo­ (Lagoa Grande)
18 ­–João Cândido Carvalho Neto (Magalhães de Almeida)
19 ­– Manoel Edvan Oliveira da Costa (Marajá do Sena)
20 ­– Perachi Roberto Farias (Marajá do Sena)
21 ­– Marcos Robert Silva Costa (Matinha)
22 ­– Joacy de Andrade Barros (Mirador)
23 – José Lourenço Bonfim Júnior­ (Miranda do Norte)
24 –­ Ivaldo Almeida Ferreira (Mirinzal)
25 – Iara Quaresma do Vale Rodrigues (Nina Rodrigues)
26 –­ Conceicao de Maria Cutrim Campos (Olinda Nova do Maranhão)
27 –­ Glorismar Rosa Venancio (Paço do Lumiar)
28 – Enoque Ferreira Mota Neto (Pastos Bons)
29 – Tancledo Lima Araújo (Paulo Ramos)
30 –­ José Irlan Souza Serra (Pedro do Rosário)
31 –­ Maria José Gama Alhadef (Penalva)
32 –­ Henrique Caldeira Salgado (Pindaré Mirim)
33 ­– José Arlindo Silva Sousa (Pinheiro)
34 – Crisogono Rodrigues Vieira (Riachão)
35 – Marconi Bimba Carvalho de Aquino (Rosário)
36 ­– Márcio Leandro Antezana Rodrigues (Santa Luzia)
37 – José Nilton Marreiros Ferraz (Santa Luzia do Paruá)
38 – Carlos Alberto Lopes Pereira (São Bento)
39 – Sebastião Fernandes Barros (São Domingos do Azeitão)
40 – Kleber Alves de Andrade (São Domingos do Maranhão)
41 – Alexandre Araújo dos Santos­ (São Francisco do Brejão)
42 – Luiza Moura ­da Silva Rocha (São João do Sóter)
43 – João Castelo Ribeiro Gonçalves (São Luís)
44 – Hamilton Nogueira Aragão (São Mateus)
45 –­ Leocádio Olímpio Rodrigues (Serrano do Maranhão)
46 –­ Juvenal Leita de Oliveira (Sucupira do Riachão)
47 ­– Maria do Socorro Almeida Waquim (Timon)
48 –­ Domingos Sávio Fonseca Silva (Turilândia)
49 – Raimundo Nonato Abraão Baquil­ (Tutoia)
50 – Abnadab Silveira Léda­ (Urbano Santos)
51 –­ Miguel Rodrigues Fernandes (Vargem Grande)
52 –­ Raimundo Nonato Sampaio (Zé Doca)

Depois de acabar com o Maranhão, Roseana quer ser prefeita


               A  ex- governadora Roseana Sarney nem bem deixou o Palácio dos Leões e já pensa em voltar para o poder. Caso não sofra nenhuma punição no âmbito da operação Lava Jato, onde é acusada de receber propina e participar de esquema de corrupção na Petrobras, Roseana almeja ser candidata a prefeita de São Luís no próximo ano.
roseana
Divulgação
Depois de quatro mandatos desastrosos como governadora do Maranhão, a filha do senador José Sarney alimenta o sonho que sempre teve: um dia comandar São Luís, cidade onde seu grupo político sofreu derrotas humilhantes ao longo dos últimos anos.
E não é só escândalos de corrupção que pesam contra Roseana Sarney. Em mais de 15 anos em que foi governadora, ela carrega consigo a pecha de incompetente, irresponsável e inábil. Foi nas suas gestões desastradas que o Maranhão empobreceu, o povo ficou miserável, o estado regrediu ao último lugar e, infelizmente, chegou aos piores indicadores sociais. Uma lástima!
Os governos de Roseana Sarney deixaram um legado vergonhoso de quase 2 milhões de maranhenses abaixo da linha de miséria (renda per capita de R$ 70 por mês). Dos quase 7 milhões de maranhenses, existem mais de 4 milhões sobrevivendo na base do Bolsa Família.
Incapaz, negligente administrativamente e totalmente despreparada para o desempenho de cargos públicos, Roseana deixou em décadas de desgoverno um enorme passivo negativo no MA: 64% da população passando fome; as três piores cidades em renda per capita – das 100 cidades com pior IDH, 20 são do Maranhão; apenas 6,5% dos municípios maranhenses com rede de esgoto e dos 15 municípios brasileiros com as menores rendas, segundo o IBGE, dez situados no Maranhão (é o estado brasileiro com maior percentual de miseráveis). Em 2012, o Maranhão governado por Roseana Sarney tinha a segunda maior taxa de analfabetismo de jovens e adultos, com 20,8% da população de 15 anos ou mais sem saber ler e escrever e ainda altas taxas de mortalidade infantil.
Em relação a São Luís, a ex-governadora Roseana Sarney além de não ajudar os prefeitos, a exemplo de João Castelo e Edivaldo Holanda Júnior, perseguiu o quanto pôde a cidade e ainda atuou para que recursos do governo federal não fossem liberados. Neste seu último mandato, Roseana não celebrou um convênio com a Prefeitura de São Luís. Seu grupo político, através do seu pai, José Sarney, a base da chantagem e pressão política, trabalhou arduamente em Brasília para que a capital fosse discriminada, esquecida, de modo que não recebecesse a ajuda/benesse do governo federal.
A ex-governadora deixou um Maranhão destruído, atrasado, atolado em dívidas. Em São Luís sua marca foi o desprezo e uma série de obras inacabadas e mal feitas.
Saiba quais deputados federais do MA votaram contra o trabalhador




Divulgação
                            A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira o texto-base da MP 665, que dificulta a obtenção do seguro-desemprego, do abono salarial e do seguro-defeso, o que prejudica e maltrata o trabalhador. A votação apertada – 252 votos a favor e 227 contra – foi marcada por acordos entre a base aliada do governo, protestos de deputados da oposição e sindicalistas, além de tumultos entre parlamentares.
De acordo com a proposta, o trabalhador terá direito ao seguro-desemprego se tiver trabalhado por pelo menos 12 meses ininterruptos nos 18 meses anteriores à demissão. Antes, o trabalhador precisava de apenas seis meses.
A grande maioria dos deputados federais do Maranhão votaram a favor da Medida Provisória do Governo Dilma, que reduz direitos referentes ao seguro-desemprego, abono salarial (PIS-Pasep), seguro-defeso, auxílio-reclusão, pensões, auxílio-doença.
O arrocho do governo teve voto contra até no PT, dado pelo deputado Weliton Prado (MG). Já outros nove parlamentares petistas não apareceram para votar.
Ao dificultar a concessão de benefícios trabalhistas, a presidenta Dilma contraria um de seus principais motes durante a campanha: usou, à exaustão, a expressão ‘nem que a vaca tussa’ para negar que mexeria nos direitos trabalhistas. As mudanças foram alvo de críticas por parte dos movimentos trabalhistas, entre eles a Força Sindical e a Central Única dos Trabalhadores (CUT), ligada ao PT. Para os sindicalistas, as medidas incluídas na MP prejudicam os trabalhadores ao dificultar acesso ao seguro-desemprego com exigência de 18 meses de trabalho nos 24 meses anteriores à dispensa, em um país em que a rotatividade da mão de é intensa. Durante a votação nesta quarta, manifestantes que ocuparam as galerias protestaram jogando notas de dólares fictícias.
Abaixo, o blog lista como se posicionou cada deputado federal maranhense (votaram “sim” os favoráveis à aprovação da MP e “não”, os contrários):
MARANHÃO
Rubens Pereira Júnior Sim (contra os trabalhadores)
Weverton Rocha Não (a favor dos trabalhadores)
André Fufuca Sim (contra os trabalhadores)
Alberto Filho Sim (contra os trabalhadores)
Hildo Rocha Sim (contra os trabalhadores)
João Marcelo Souza Sim (contra os trabalhadores)
Waldir Maranhão Sim (contra os trabalhadores)
Eliziane Gama Não (a favor dos trabalhadores)
Cleber Verde Sim (contra os trabalhadores)
Juscelino Filho Sim (contra os trabalhadores)
José Reinaldo Sim (contra os trabalhadores)
João Castelo Não (a favor dos trabalhadores)
Aluisio Mendes Sim (contra os trabalhadores)
Pedro Fernandes Sim (contra os trabalhadores)
Sarney Filho Sim (contra os trabalhadores)
Victor Mendes Sim (contra os trabalhadores)
Zé Carlos da Caixa (não registrou voto)
Júnior Marreca (não registrou voto)